• julia amadio

Meu primeiro trabalho

Atualizado: Abr 30

Eu comecei a trabalhar.


Depois de muito tempo eu finalmente comecei a trabalhar e a minha mente está um turbilhão de pensamentos, então nada mais justo do que vir aqui e tentar compartilhar alguns com umas reacts pics de the office, porque eu finalmente entendi aquele clima.

(Com algumas fotos de Os delírios de consumo de Becky Bloom também, por serem accurate)



Dia 29/05/2018 foi o meu primeiro dia de trabalho em uma empresa com grande nome e em uma área muito boa, não tenho o que reclamar: ganho ótimos benefícios, as pessoas aparentemente são legais, o ambiente é muito bonito e o prédio é enorme. Mas sabe quando tem tantas coisas passando na sua cabeça que a qualquer momento você acha que pode explodir, acho que é exatamente assim que eu me sinto.


Falando um pouco mais do meu primeiro dia, a experiência foi bem legal, ao conhecer as pessoas da empresa eu simplesmente não conseguia parar de sorrir, minha bochecha ficou toda dolorida, e parecia um outro mundo, por mais real que ele seja, mas mesmo com toda essa emoção, eu me sentia perdida, confusa e estranha.



Não me entenda mal, o meu trabalho é sim muito bom, porém sair de uma área de conforto para uma realidade completamente diferente daquela que você está acostumada é um passo muito grande. Eu sempre fui uma pessoa que gosta de fazer as coisas e tenta ser o mais proativa possível, mas sair do conforto e mordomia de casa para encarar o famoso "mundo adulto" não foi uma experiência muito divertida, por mais que eu não esperava nada tão além disto. O susto que eu tomei no primeiro contato foi muito grande, era muita informação muitos nomes, muito tudo. Era um mundo muito novo. E a qualquer momento eu sentia que tudo aquilo podia cair.


Não, meu mundo não caiu, tá tudo nos conformes e o que eu faço nem é tão big deal, mas acho que encarar essa nova realidade ta sendo um treinamento diário para mim. Trabalhar é muito bom, você aprende muito e é sempre legal ter o seu próprio dinheiro e conseguir manusear a própria vida, por mais que eu ainda não tenha casa, nem contas, mas um passo de cada vez também né hahahahaha.



Estava navegando na internet semana passada e me deparei com um tweet mencionando que antigamente as pessoas se viam com 20 anos e já bem sucedida, trabalhando e conseguindo se manter, porém a realidade se tornou completamente diferente. Posso dizer que nisso eu tive sorte, estou com 18 e eu tenho um bom salário (depende da sua concepção pra bom, claro) e estou sim trabalhando, então acredito que tudo pode caminhar, pela primeira vez, para um bom caminho.


O primeiro impacto eu já tive, depois de uma semana tudo está ocorrendo bem. Claro, me sinto bem mais cansada e quando chega a noite eu não vejo a hora de ir pra casa dormir, mas acredito que isso é apenas questão de costume e eu percebi que no fundo this is fun e por mais que eu tenha as minhas neuras tudo vai se resolver aos poucos.



Não, o mundo adulto não é tão legal. Não é igual aqueles escritórios que você assiste em comédias românticas americanas, mas também não é o fim do mundo, para mim foi um choque inicial que me fez ficar atônica e vulnerável, mas logo me adaptei.

Acredito que essa é a questão: adaptação! Uma vez que você consegue ser mutável para determinadas tarefas, você consegue administrar todas as coisas que você será responsável. O contato com o desconhecido, todos nós teremos, apenas cabe a cada um saber a maneira correta de lidar com o novo.


Meus dois moods diários:





E para terminar, fiquem com um gif do meu novo amor John Krasinski:



0 visualização

Receba as novidades

©2023 by Mrs Frost. Proudly created with Wix.com

  • Grey Spotify Ícone